Alagoinhas
Aracaju
Futebol
Salvador
Política
Capturado bando que agia no Planeta dos Macacos Capturado bando que agia no Planeta dos Macacos
Na Capital
Capturado bando que agia no Planeta dos Macacos
Publicado em 26/11/12
Reportar erro

Cinco jovens foram capturados na sexta-feira (23), em cumprimento a mandados de prisão solicitados pela polícia e concedidos pela Justiça, pelos crimes de tráfico de drogas, homicídio, porte ilegal de arma e formação de quadrilha. De acordo com informações da Polícia Civil, com o bando foram apreendidas duas espingardas, munição, 26 trouxinhas de maconha, 98 porções de cocaína, coletes balísticos e material hospitalar (usados para auto-atendimento dos integrantes da quadrilha).

A operação que ocasionou na captura de Átila Anjos dos Santos, o “Arroz”, Tiago de Jesus Anjos, conhecido como “Tiago Bundão”, Bruno Santos da Silva, o “Umbigão”, Willian Coutinho de Souza, apelidado de “Mickey” e Ricardo Santos da Silva foi realizada em conjunto por policiais da 1ª Delegacia de Homicídios (DH/Atlântico), da 12ª Delegacia Territorial de Itapuã, das 15ª (Itapuã) e 49ª (São Cristóvão) companhias Independentes da PM e das Rondas Especiais da mesma instituição.



Os cinco traficantes presos fazem parte da quadrilha de Idalvan dos Santos Conceição, o “Paquito”, líder do tráfico de drogas na parte baixa do Planeta dos Macacos. Átila é apontado como o braço direito de Idalvan, que está sendo procurado pela polícia.

O titular da 1ª DH/Atlântico, delegado Juvêncio de Menezes, ressaltou a importância da maioria da quadrilha ter sido capturada e que o próximo passo é prender o líder Paquito. Já o comandante da 49ª CIPM, major PM João Neto, explicou que os locais por onde o bando se movimentava, além das casas usadas para o armazenamento das armas foram levantados previamente, o que garantiu o êxito da operação conjunta.


Informações: Policia Civil / Foto: Bocão News



Comentários
AVISO: Os comentários exibidos acima não representam a opinião deste site, a responsabilidade é do autor da mensagem. Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Para utilizá-lo, você deve estar logado no Facebook. Comentários anônimos (perfis falsos ou não) ou que firam leis, princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas podem ser excluídos caso haja denúncia ou sejam detectados pelo site.